Busca no Blog.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

SÃO PALAVRAS

Havia um tempo
Que não exista medo
Tudo era certo
Mas não verdadeiro
Era um jogo
Meio louco
Quase único
Completo.

Sem regras
Longe das trevas
Perto das estrelas
Ou nas esquinas
Escondidas
Melancólicas
Carismáticas
São palavras.

No peito que arde
Na voz suave
Num dia quente
Alguém mente
E não sente
Literalmente
Que o presente
É eternamente.

Num dia normal
Algo racional
Bem pessoal
Meio passional
Tão fatal
Que faz mal
Ler o jornal
Pedindo paz mundial.

Pouca paz
Porém muito mais
Judas e Satanás
Quem os faz?
Talvez nós
Eu, tu, ele, vós,
Todos a sós
Todos sem voz.

4 comentários:

  1. A massa irracional, que so se pensa em ver o mal.
    Mais que tal, se todos fossem Nacional....
    Aos poucos tudo voltaria ao normal...
    E assim quem sabe a Nação seria so de Paz
    Paz essa que é tão dificil conquista-la no pessoal quanto mais no Mundial...
    Mas nada como um dia de sonho racional pra podermos gritar no Coral...
    A paz é algo tão Normal...

    Adoreiii,

    Parabéns, cada vez mais uma preciosidade!!!
    Que você nos traz na realidadde.

    ResponderExcluir
  2. Carla, você esta de parabéns viu...

    ta escrevendo complementações lindas...

    vlew...

    ResponderExcluir
  3. os dois estão de PARABENS!
    amei...

    ResponderExcluir
  4. Nossa ficoo muito feliz que tenham gostado

    =(

    Obrigada,naum tenho nem palavas para agradece-los...

    ResponderExcluir